313297 9676

Serviços

Cristalização de Pintura

Entre os diversos serviços prestados na parte de centro automotivo da GPR Motors estão a cristalização de pintura automotiva BH. Ambos os cuidados com o carro costumam ser pedidos pelos clientes que querem manter os seus veículos bonitos por mais tempo. Deixar o automóvel em bom estado de conservação, além de ser um desejo da maior parte dos motoristas, também valoriza o patrimônio na hora de uma eventual venda ou troca. Por isso, é importante conhecer como funcionam esses dois processos que beneficiam tanto o contratante.

Conheça mais detalhes sobre a cristalização de pintura em BH

A pintura automotiva começa com a identificação da cor a ser utilizada. O reconhecimento pode ser feito partir do catálogo de cores ou pelo código fornecido pelo fabricante. O segundo passo é localizar no sistema a proporção de cada pigmento para criar o tom exato. É preciso usar a quantidade indicada das cores ou haverá diferença de tonalidade.

Para certificar-se de que a pintura estará perfeita, utiliza-se uma proveta com tinta e verniz para comparação com o veículo. Qualquer eventual ajuste deve ser feito, preferencialmente, à luz do sol. Também existem luzes próprias para tal finalidade, que vêm com indicações do fabricante. Então, o carro passa pela cabine de pintura. Quando já estiver desengraxado, faz-se o mascaramento e limpeza, que diminuem o trabalho na etapa de polimento. Se o automóvel estiver sendo repintado, é necessário preparar a lataria retirando a tinta anterior com uma lixa especial e depois com uma flanela umedecida com Thinner. Limpa-se o resquício desses produtos com água e sabão neutro.

A cristalização de pintura, por sua vez, consiste na aplicação de uma resina com o intuito de proteger a pintura. No geral, esse tipo de manutenção é indicado para carros que já tenham alguns anos de uso. Ela começa com um polimento que retira manchas e riscos, depois segue com um desengordurante e, finalmente, aplica-se a resina. Destaca-se que o processo não interfere na estrutura molecular da tinta ou do verniz usados posteriormente. Ou seja, não há nenhum dano para a lataria do veículo. Embora semelhante à cera, pode-se dizer que a resina da cristalização garante uma durabilidade maior para a pintura.