313297 9676

Serviços

Suspensão e Freios

Quem tem carro, sabe da importância de fazer revisão regularmente no seu veículo, a fim de evitar, por exemplo, que uma peça acabe danificando outra e, assim, gerando mais gastos que poderiam ter ser evitados. Todas as peças que compõem um carro, são de extrema importância para o seu funcionamento, porém, itens como a suspensão e os freios precisam estar sempre com a manutenção em dia.

Suspensão e Freios são sistemas responsáveis pela estabilidade, pela segurança e também pela dirigibilidade do seu veículo. É através de uma revisão completa que podemos diagnosticar a real condição destas peças tão importantes do automóvel. Uma pequena falha – muitas vezes imperceptível aos ouvidos de nós, a maioria leigos em mecânica de carro, podem comprometer todo o sistema ao apresentarem, por exemplo, algumas folgas excessivas e/ou ruídos estranhos.

Suspensão e Freios:

O sistema de suspensão é o responsável em absorver os impactos e as forças que são ocasionados pelos buracos das estradas. São essas peças que minimizam os seus efeitos para os ocupantes do carro. Do ponto de vista físico, a suspensão é composta por um conjunto de molas, bandejas, amortecedores, pivôs e buchas, entre outros itens. É preciso ficar atento aos ruídos nas rodas do automóvel, prestar atenção se a direção não parece estar “puxando” ou, ainda, se ao fazer manobras, o volante não está “duro”, lembrando que alguns sistemas de direção são eletroeletrônicos, que também precisam ser revisados. Ao ser feito o serviço de suspensão no veículo, é preciso que seja realizado um alinhamento no carro. Manter  a suspensão e freios com a manutenção em dia é muito importante.

Os freios são peças de extrema importância para um veículo e, pela tamanha importância, também é necessária sua manutenção com frequência. O sistema de freio tem ação pelo atrito que resulta entre estes dois elementos: um elemento que não é rotativo do veículo e de um disco ou também chamado de tambor que tem a função de girar a roda. Esse atrito é o que produz uma força necessária e o que vai reduzir a velocidade do carro, na conversão do calor que dissipa a energia do automóvel.

Alguns dos itens que compõem o sistema de freios são as mangueiras, as borrachas, as pastilhas e os pistões. Para que os freios funcionem em perfeito estado, é preciso fazer a revisão regularmente. É importante lembrar, também, que é necessário fazer a troca de fluido, de acordo com as orientações do fabricante de cada modelo de carro.

Temos ainda o sistema de freios ABS, um sistema eletrônico que utilizando sensores, monitora a rotação de cada roda e a compara com a velocidade do carro. Em uma situação de frenagem de emergência, a força de frenagem aplicada pelo motorista pode ser maior que o pneu pode suportar: a roda trava. O pneu agora não consegue mais transferir nenhuma força de tração lateral. O veículo fica instável e fora de controle, visto que ele não reage mais aos comandos de direção do motorista.

Em um veículo equipado com o sistema ABS, os sensores de velocidade da roda medem a velocidade de rotação das rodas e passam essas informações à unidade de controle do ABS. Se a unidade de controle do ABS detectar que uma ou mais rodas tendem a travar, ele intervém em questão de milissegundos, modulando a pressão de frenagem em cada roda individual. Ao fazer isso, o ABS impede que as rodas travem e garante uma frenagem segura: o veículo continua sob controle e estável. Em geral, a distância de parada é reduzida também. Confira na GPR Motors.